Blog

A tecnologia nos conecta Fique por dentro de tudo que rola em nosso blog

​Como a tecnologia impacta no controle financeiro da sua empresa

Das atividades gerenciais de um negócio uma das mais importantes é a de controle financeiro. Ela lida com um dos aspectos mais críticos para qualquer organização, que é o fluxo financeiro vivido. Trata-se de um processo altamente analítico e pautado em estratégias que garantam e monitorem a rentabilidade empresarial.

Adicionalmente às estratégias clássicas aplicadas ao controle financeiro, surgiram nos últimos anos uma série de ferramentas tecnológicas focadas em seu aprimoramento. A ideia é manter um alto nível de confiabilidade alinhado à maior produtividade das iniciativas.

Pensando nisso, no artigo de hoje falaremos sobre como essa nova realidade influencia efetivamente o controle financeiro do seu negócio.

A Influência da Tecnologia no Controle Financeiro

O controle financeiro de uma organização, devido ao seu elevado nível de criticidade, é uma atividade constituída de uma série de requisitos e boas práticas que visam assegurar a consistência, a confiabilidade e a segurança dos dados e da empresa.

Diante disso, por meio da tecnologia, muitos aspectos dentro desses grupos de requisitos foram aprimorados, proporcionando um nível mais elevado de produtividade e conformidade ao negócio.

Com diretórios virtuais oficiais e acessados apenas conforme os níveis de segurança adotados pela governança corporativa, as informações passaram a circular de maneira quase autônoma e a serem protegidas pelas regras de negócio.

Outro aspecto de grande impacto da tecnologia sobre o controle financeiro está na influência indireta causada por outros processos. O aprimoramento de atividades como controle de estoque e gestão de vendas estão intrinsecamente ligadas ao controle financeiro e sua integração ao mesmo, causa sinergia, beneficiando o negócio.

Por fim, devido à grande variedade de indicadores com os quais uma organização pode trabalhar para gerir suas atividades, é essencial utilizar ferramentas tecnológicas poderosas, capazes de produzir relatórios e dashboards que possibilitem uma visão concisa e abrangente das operações.

Desenvolvendo uma Cultura Tecnológica

Mesmo representando um extenso avanço para o controle financeiro, a tecnologia não é suficiente para aprimorar a atividade por si só. É necessário um trabalho consistente no sentido de possibilitar à equipe as condições necessárias de uso das ferramentas e de assimilação da tecnologia como benéfica para suas atividades.

Sendo assim, não se trata de um simples trabalho de escolha e implementação de recursos tecnológicos. Além de uma análise aprofundada da aderência dos softwares aos processos e projetos corporativos, o negócio deve ser preparado para recebê-los e aplica-los da forma mais produtiva o possível.

Muitas vezes o ideal é buscar parceiros confiáveis que entendam as mudanças necessárias e possam oferecer suporte à sua realização.

O Uso do ERP no Controle Financeiro

O ERP para pequenas e médias é uma das ferramentas de gestão de negócios mais comuns da atualidade. Trata-se de um sistema arquitetado para oferecer uma estrutura virtual que represente as várias interfaces e operações da empresa, possibilitando benefícios como:

  • • Automação de processos
  • • Integração entre áreas
  • • Agilidade na consulta de informações e comunicação institucional
  • • Proteção de informações em várias camadas
  • • Disponibilização de informações em nuvem, permitindo acesse de qualquer local com internet disponível

Trata-se de uma ferramenta que aprimora muitas das atividades incluídas no escopo do negócio, como o próprio controle financeiro, o controle de estoque e a gestão de vendas.

Sendo assim ele representa um dos mais atuais e efetivos exemplos de ferramenta tecnológica de grande impacto nas atividades empresariais.

A Gestão de Negócios no Século XXI

A tecnologia se tornou um dos elementos mais estratégicos da atualidade para a gestão de negócios. Sem ela, a grande maioria das atividades empresariais seria impossibilitada, fosse de forma direta ou indireta.

Sendo assim, negócios despreparados para realizarem a transformação digital exigida pelo mercado têm grandes chances de deixarem de existir nos próximos anos. Simplesmente eles perderão a capacidade de acompanhar a intensificação e o aprimoramento da concorrência pelo uso dos recursos tecnológicos.

Se você é empreendedor, independentemente do porte ou segmento do seu negócio, comece a pensar essencialmente de forma digital. Estamos vivenciando uma das maiores revoluções da história no mercado de trabalho, o que se traduz em um momento crítico para todos os envolvidos.

Invista na virtualização de suas atividades tanto quanto possível e aprenda a pensar tecnologicamente. Assim você saberá como lidar com sua empresa, sua equipe e seus clientes da forma como o novo contexto de gestão exige.

0 comentários
Deixe seu comentário
* Campos obrigatórios
Conecte-se a tudo que você ama Venha para a Unifique Onde você está?
Nós ligamos para você Informe seus dados e um de nossos consultores entrará em contato com você. Clique aqui